Geografia Humana(NC-UFPR) Corporações Transnacionais Tópico resolvido

Moderador: [ Moderadores TTB ]

Avatar do usuário
Autor do Tópico
eivitordias
3 - Destaque
Mensagens: 631
Registrado em: Sáb 11 Jul, 2020 16:35
Última visita: 26-02-21
Jul 2020 17 10:59

(NC-UFPR) Corporações Transnacionais

Mensagem não lida por eivitordias »

Imagine uma companhia com a influência do Google, do Facebook ou da Amazon. E que ainda recebe do Estado o monopólio
do comércio com uma zona geográfica. Também pode cobrar impostos, assinar acordos comerciais, prender criminosos e
declarar guerras. Esses eram alguns dos poderes e atribuições da Companhia Holandesa das Índias Orientais, criada no
século XV por empresários com apoio do Governo dos Países Baixos, para comercializar com a Ásia. Foi a primeira corporação
transnacional que emitiu bônus e ações no mercado para financiar seu crescimento, um notório precedente que, séculos depois,
chegou às multinacionais modernas. Os novos gigantes empresariais não contam com os excepcionais privilégios da histórica
companhia holandesa, mas sua receita e seu valor na Bolsa superam o PIB de dezenas de países.
(Extraído de El País, “Quando as empresas são mais poderosas que os países”, nov. 2017. Disponível em: https://brasil.elpais.
com/brasil/2017/11/03/economia/1509714366_037336.html. Acesso em: 13/09/2019).

Sobre o papel das corporações transnacionais na economia global, considere as seguintes afirmativas:

1. Em virtude de as corporações transnacionais possuírem uma grande influência na organização econômica e
política global, a hierarquia e o poder dos Estados estão desaparecendo na estabilização mundial.
2. Tendo em vista que as relações de assimetria e subordinação entre países perduram, a divisão do trabalho entre
territórios nacionais confunde-se com a divisão do trabalho criada pelas empresas transnacionais.
3. O mapa-múndi contemporâneo é o resultado da justaposição entre a dinâmica das empresas globais e a dinâmica
dos Estados, com novas hierarquias instaladas sobre as antigas já consolidadas.
4. A regulação do território nacional já não depende apenas do Estado, estando também associada à ação das
empresas, além de que essa regulação não é exclusivamente econômica, mas também política.

Assinale a alternativa correta.
a) Somente a afirmativa 2 é verdadeira.
b) Somente as afirmativas 1 e 3 são verdadeiras.
c) Somente as afirmativas 1 e 4 são verdadeiras.
d) Somente as afirmativas 2, 3 e 4 são verdadeiras.
e) As afirmativas 1, 2, 3 e 4 são verdadeiras.
Resposta

D
Alguém, por favor, poderia explicar a veracidade dos itens 3 e 4?



Os limites só existem se você os deixar existir.
O poder surge em resposta a uma necessidade, não em resposta a um desejo.
Eu acredito que a maioria das pessoas desconhecem o potencial que elas têm.
Desperte o seu instinto superior!

Goku.

Avatar do usuário
Zhadnyy
4 - Sabe Tudo
Mensagens: 1101
Registrado em: Sex 01 Nov, 2019 11:04
Última visita: 26-02-21
Contato:
Jul 2020 17 11:12

Re: (NC-UFPR) Corporações Transnacionais

Mensagem não lida por Zhadnyy »

Eaí
1. As empresas são poderosas mas mesmo assim precisam respeitar o Estado. Exemplo fácil: Facebook tendo que prestar contas para o governo dos Estados Unidos após eleição de Donald Trump (fake news/explosão em massa de notícias anti Hillary Clinton). Alternativa falsa.
2. As empresas transnacionais refletem a divisão de trabalho global. Raramente você vê alguém nascido numa zona muito pobre da África vindo a trabalhar num cargo alto nessas empresas gigantes. Geralmente os maiores executivos são de países de elevado desenvolvimento. Ou seja, isso mantém a subordinação de países pequenos aos países desenvolvidos, conforme a alternativa está dizendo. Alternativa verdadeira.
3. Sabemos que as grandes empresas possuem influência ímpar na economia dos países. A Apple, por exemplo, uma das empresas mais valiosas do planeta, obviamente possui influência política. Essa influência política pode se refletir na disputa de algum território: se a região do Vale do Silício (sede da maior parte das transnacionais tecnológicas dos Estados Unidos) estivesse em disputa territorial, por exemplo, provavelmente o governo estadunidense batalharia até o fim por aquela região. Não simplesmente por defender sua soberania, mas também para defender essas empresas multibilionárias. Logo, ocorre sim uma justaposição de interesses. Além disso, percebe-se como pensamos na alternativa 2 que surge uma nova hierarquia por cima da hierarquia já estabilizada: além dos Estados Unidos conseguirem impor seus interesses sobre a Etiópia, por exemplo, o Mark Zuckerberg (CEO do Facebook) consegue impor seus interesses sobre um possível trabalhador etiópio dentro do Facebook, reforçando a dinâmica de divisão do trabalho global. Alternativa verdadeira.
4. Essa alternativa é uma simples conclusão do que já falamos acima. As empresas são muito ricas logo muito influentes politicamente (o poder econômico é muito próximo do poder político). Isso faz com que o Estado perca um pouco de sua autonomia. Imagine: o governo estadunidense quer colocar uma taxa de 100% sobre produtos da Apple em seu território porque a Apple usa trabalho escravo (um exemplo, apenas). Todavia, a Apple é possivelmente a maior empresa dos Estados Unidos. Ela poderia migrar para qualquer outro país que com certeza seria bem recebida. Por isso, o governo estadunidense não poderia taxar os produtos por medo de perder sua maior empresa: geradora de PIB, pagadora de impostos, geradora de empregos!!! Isso torna essa alternativa correta.

Resumindo: empresas poderosas possuem poder político! Elas poderiam estar em qualquer outro país do mundo. Ações contrárias a essas empresas poderosas podem gerar a saída delas do território, o que geraria perda de PIB, empregos etc!!!
Geralmente o único momento em que as empresas gigantescas são desafiadas é o desenvolvimento de políticas nacionalistas: Getúlio Vargas, por exemplo, "peitou" as multinacionais em prol de desenvolver empresas brasileiras! Isso é um movimento conturbado pois você perde, temporariamente, tecnologia e dinheiro: se as empresas brasileiras não se desenvolvessem, teríamos jogado anos de PIB fora!

Enfim, alternativa D.
Abs




Avatar do usuário
carlosaugusto
3 - Destaque
Mensagens: 385
Registrado em: Sáb 11 Mai, 2019 13:18
Última visita: 13-02-21
Localização: São Paulo
Jul 2020 17 11:19

Re: (NC-UFPR) Corporações Transnacionais

Mensagem não lida por carlosaugusto »

Mandou bem na resposta, parabéns Zhadnyy. 👏👏👏


ARETÊ

Avatar do usuário
Autor do Tópico
eivitordias
3 - Destaque
Mensagens: 631
Registrado em: Sáb 11 Jul, 2020 16:35
Última visita: 26-02-21
Jul 2020 17 13:24

Re: (NC-UFPR) Corporações Transnacionais

Mensagem não lida por eivitordias »

Incrível! Obrigado pela contextualização e detalhamento dos itens :D



Os limites só existem se você os deixar existir.
O poder surge em resposta a uma necessidade, não em resposta a um desejo.
Eu acredito que a maioria das pessoas desconhecem o potencial que elas têm.
Desperte o seu instinto superior!

Goku.

Responder
  • Tópicos Semelhantes
    Respostas
    Exibições
    Última msg

Voltar para “Geografia Humana”