Sistema de Equações

A figura abaixo representa um raio emitido de um ponto A. Refletido pelos espelhos planos 1 e 2, nessa ordem, e captado por um receptor no ponto B. Os espelhos refletores têm 5 m de comprimento, são paralelos e a distância entre eles é de 2,8 m. Todos os ângulos entre o raio e os espelhos têm a mesma medida α.

semtri01-01.gif (7982 bytes)

Além disso, o ponto A está situado numa parede perpendicular aos espelhos refletores e a uma altura hdo espelho 1.

Se θ é a medida do menor ângulo entre a parede e o raio, DETERMINE a expressão de h em função de θ.


Para agilizar os nossos cálculos, vamos dar nomes aos pontos envolvidos no desenho:

semtri01-02.gif (2052 bytes)

Veja, que o triângulo FAB é retângulo em A, portanto, os ângulos θ e α são complementares (somados resultam 90o).
O ângulo MED também é reto, e como CED vale α, concluímos que o ângulo MEC só pode ser θ.

semtri01-03.gif (2653 bytes)

Veja, que o segmento AC vale 5 metros. Vamos dizer que o segmento AB vale “X”, portanto, o segmento BC irá valer 5-X. Como o triângulo BCE é isósceles, MC irá valer a metade de BC, ou seja, (5 – x)/2.

semtri01-04.gif (2840 bytes) Com todos estes dados, podemos ver que os triângulos FAB e MEC são semelhantes (pois possuem os mesmos ângulos internos). Sendo o segmento ME igual à distância entre os espelhos, podemos fazer uma semelhança de triângulos. A base do MEC está para a base FAB assim como a altura do MEC está para a altura do FAB:

Efetuando os cálculos:

Vamos substituir o 2,8 pelo seu valor fracionário, ou seja, que, simplificando, vale .

Passando o 2 para o outro lado multiplicando e o 5 também, temos:

Colocando o “x” em evidência do lado direito da igualdade:

Isolando o “x”:

Pronto. Agora, pegando o triângulo FAB com suas medidas indicadas:

semtri01-05.gif (1875 bytes)

Podemos calcular o valor da TANGENTE do ângulo θ. Lembrando, que tangente se calcula através de CATETO OPOSTO dividido por CATETO ADJACENTE, temos:

Efetuando a divisão das frações:

Agora podemos “cortar” o fator “h” que está em cima e em baixo da fração:

Podemos “passar” o (28+5h) para o lado esquerdo multiplicando:

Efetuando a divisão entre as frações:

Este é o valor de “h” em função do ângulo θ.